Como reduzir custos da frota de veículos em 5 passos

 

custos da frota

Com o alto índice de competitividade entre as empresas, sem falar nos encargos tributários e trabalhistas, uma boa gestão precisa sempre prezar pela redução dos gastos.

Sabendo que os veículos necessitam de inúmeros investimentos mensalmente, de combustível à troca de peças, uma atitude primordial é colocar em prática ações para diminuir os custos da frota.

Mas e você, sabe como fazer isto? Então venha conosco e aprenda cinco dicas imperdíveis para não só economizar como também aumentar a produtividade em seu negócio!

1. Realize e monitore a manutenção dos veículos

Você já ouviu falar que prevenir é melhor do que remediar? Pois saiba que o monitoramento diário da condição da sua frota contribui para evitar gastos excessivos.

A nossa dica é que você faça um checklist para ser preenchido pelos motoristas com os principais itens do carro, caminhão ou vans. Dessa forma, a frota sempre será devidamente cuidada, com as trocas corretas do óleo do motor, do freio, sem falar nas condições dos pneus e demais peças.

Além disso, leve sempre os veículos ao mecânico de sua confiança para uma checagem padrão, evitando que problemas mais sérios aconteçam, uma solução nova e muito eficaz é contratar empresas que fazem estes serviços dentro da sua própria empresa. Dessa maneira, os custos da frota diminuirão consideravelmente, inclusive com mais economia de combustível.

2. Opte por um sistema de acompanhamento de rotas

Ao implantar um sistema de acompanhamento de rotas, você poderá escolher os melhores percursos, reduzindo gastos não só com combustível, como também com pedágios.

Além disso, o devido acompanhamento otimiza o tempo, contribuindo com o cumprimento dos prazos das entregas ou da chegada de um funcionário a determinada reunião com um cliente.

3. Insira câmeras nos veículos

Como a segurança é um aspecto importantíssimo para reduzir os custos da frota, evitando furtos ou roubos, nada melhor do que a instalação de câmeras.

O equipamento não só inibe ações de criminosos, como também auxilia na busca por parte da polícia caso algum problema aconteça.

Fora isso, os motoristas podem ser alertados sobre locais mais perigosos ou práticas defensivas na condução dos veículos.

4. Invista em treinamentos

Quanto mais conscientes os colaboradores estiverem, menores serão os índices de erros. A premissa vale também para as frotas, tendo em vista que a maneira de dirigir interfere na vida útil das peças e dos veículos em si.

Assim, o investimento em cursos de capacitação e aperfeiçoamento profissional é essencial para manter os motoristas cientes de seus direitos e deveres, principalmente no aspecto preventivo.

Outro ponto essencial é o engajamento da equipe para vestir a camisa do time, ou seja, quanto mais motivados os funcionários estiverem, mais atenciosos eles serão no dia a dia, evitando não só perdas em razão de consertos como também ficando longe de acidentes.

5. Controle os custos da frota

As estatísticas são fundamentais para auxiliar nas tomadas de decisões. Com isso em mente, elabore relatórios sobre o nível de produtividade de cada colaborador, custos das viagens, manutenções e trocas de peças, sem falar no índice de multas ou envolvimento em acidentes.

Dessa maneira, você terá em mão, dados importantíssimos para escalar os melhores colaboradores para cada viagem.

Também podemos citar que os números contribuem com um planejamento a longo prazo, aumentando a vida útil dos veículos.

Assim, a empresa conseguirá, por meio do controle dos custos da frota, produzir mais com menos gastos, ou seja, haverá um fôlego para investimentos em diversas áreas, aumentando a representatividade e o nível de competitividade diante da concorrência.

E aí, gostou do nosso post? Quer aprender mais? Então solicite o contato de um dos nossos especialistas em mobilidade e receba dicas exclusivas para a sua frota!

Leave a Reply