O que você precisa saber antes de colocar seus carros de frota à venda?

Gerir os automóveis de uma empresa é uma função que deve ser muito bem planejada de ponta a ponta: desde a mobilização (compra de veículos) até o momento de escolher os canais certos para evidenciar os carros de frota à venda.

De fato, essa última parte do processo precisa ser ágil. Afinal, os automóveis são um dos maiores ativos da companhia e, quando ficam ociosos, representam desvalorização e prejuízos — além de ocuparem espaço no pátio e tomarem tempo do gestor de frotas com negociações.

Exatamente por isso, surge aí uma grande oportunidade de parcerias com concessionárias que se interessam por esse tipo de veículo. Neste artigo, mostraremos como escolher os melhores meios para desmobilização.

Quer vender os carros da sua empresa mais rápido? Então siga com a leitura!

Como anda o panorama das frotas no Brasil?

Se antes as empresas precisavam de uma grande frota para transportar produtos e pessoas, hoje elas têm à disposição diversos modais que facilitam a logística, reduzem os custos e o tempo de deslocamento. Nesse cenário, muitos empreendimentos começam a enxergar vantagens ao integrar os meios de transporte — aplicativos de mobilidade, carros compartilhados etc. — para levar produtos ou pessoas do ponto A ao ponto B.

Por um lado, o transporte ganha eficiência quando ocorre de maneira multimodal. Por outro, os automóveis começam a ser subutilizados. Assim, para não se tornarem ociosos — e gerarem prejuízos para o negócio —, é mais vantajoso vendê-los o quanto antes. Cabe ressaltar que esses veículos normalmente estão em ótimo estado de conservação e, desse modo, precisam de canais que valorizem o seu aspecto.

Além disso, muitos gestores optam por terceirizar a frota (locação de veículos) em um determinado momento. E isso também resulta em carros inoperantes e dúvidas sobre os melhores meios para vendê-los (abordaremos esse assunto mais adiante).

Até aqui, falamos sobre a desmobilização de empresas que optam por transportes multimodais ou terceirização. Mas existem aquelas que precisam manter uma frota própria disponível. Portanto, é importante aprofundarmos também nesse assunto. Veja a seguir!

Como ocorre a desmobilização em frotas convencionais?

O tempo médio para renovação da frota varia de acordo com o tipo de negócio. Uma locadora, por exemplo, costuma substituir seus veículos a cada 12 meses ou a cada 40 mil quilômetros percorridos, já que precisa oferecer carros sempre em boas condições para os seus clientes. Por outro lado, uma frota de transporte de mercadorias pode utilizar os mesmos automóveis por mais tempo — desde que as manutenções sejam feitas da maneira correta.

Independentemente do tempo de utilização, sempre existe um momento para a venda dos carros que não serão mais utilizados pela empresa — seja pela opção do transporte multimodal, locação de veículos ou renovação da frota. Portanto, no próximo tópico aprofundaremos nesse assunto que traz tantas dúvidas para o gestor.

Quais são as melhores formas de evidenciar os carros de frota à venda?

Embora muitos gestores optem pelos meios tradicionais para a venda de seus veículos, como jornais e outros canais impressos, a visibilidade desse tipo de anúncio é limitada e pouco eficiente. Assim, é chegada a hora de dar um passo à frente na profissão e otimizar o processo de desmobilização. Nesse sentido, a parceria com revendedores ou concessionárias aparece como uma boa alternativa para destacar os carros de frota à venda, e a internet tende a potencializar esses anúncios.

A principal dica aqui é buscar por sites e aplicativos de compra e venda que tenham credibilidade no mercado e muitos acessos de possíveis compradores. Nesse sentido, a OLX aparece como um meio eficiente. Para você ter uma ideia, a plataforma foi palco de ⅕ das vendas de carros no Brasil em 2016 — o equivalente a 2,1 milhões de veículos. Além disso, o marketplace concentra 40% do total de páginas visitadas por quem busca carros para compra.

Com esses números, fica claro que a OLX é uma grande oportunidade para a rápida desmobilização da sua frota. Portanto, mesmo que a sua opção seja pelas parcerias — consignação — com revendedoras, verifique se elas costumam utilizar esse tipo de anúncios online para aumentar a visibilidade dos veículos à venda.

Como destacar o seu anúncio na internet?

Embora os anúncios online sejam muito eficientes e apresentem ótimos resultados, existe uma grande concorrência para a venda de veículos online. Nesse sentido, o anunciante pode utilizar algumas boas práticas para se destacar e obter resultados satisfatórios.

A seguir, veja 5 dicas da OLX tanto para revendedores quanto para gestores de frotas que pretendem anunciar diretamente na plataforma:

  • utilize entre 3 e 6 fotos em seus anúncios;
  • faça imagens em locais com boa iluminação e fundo neutro;
  • disponibilize fotografias que valorizem a parte interna e externa do veículo — nesse ponto, é importante não descuidar da limpeza do carro;
  • faça um texto detalhado, porém sucinto, com as características do automóvel — o ideal é ficar entre 101 e 150 caracteres;
  • responda todas as dúvidas dos possíveis compradores com agilidade.

Por fim, apresente imagens do odômetro com a quilometragem, sempre que possível. Essa prática oferece credibilidade ao anúncio e mostra o tempo que o veículo rodou na sua empresa.

Qual é a aceitação do mercado para os usados e seminovos de frotas?

A lógica para os usados e seminovos de frotas corporativas é muito similar àquela para locadoras de veículos — que também são uma forma de frota, claro. Ou seja, os automóveis costumam ser desvalorizados por compradores que acreditam que o carro passou pelas mãos de muitas pessoas na empresa, que talvez não tenham tomado os devidos cuidados.

Para contornar o problema, é recomendado que o revendedor — ou o próprio gestor de frotas — pense em vantagens e promoções atrativas para o cliente e que desmistifiquem esse tipo de preconceito. Nesse sentido, é interessante oferecer preços condizentes com a situação do veículo, facilidades para o financiamento e até mesmo um test-drive ou período para o pretendente experimentar o carro e sentir confiança na aquisição.

Como vimos, a desmobilização pode ser otimizada se o gestor de frotas se aproximar de revendedores e utilizar as boas práticas para promoção dos anúncios em sites de compra e venda na internet.

Gostou deste artigo? Já sabe como encontrar os melhores canais para os carros de frota à venda? Então que tal compartilhar o conteúdo no seu LinkedIn e dividir as dicas com os seus contatos?

Artigo produzido pela equipe da OLX

Leave a Reply